Anúncios Shopping UOL

A Rua de Rimas – Guilherme de Almeida

Publicado por: Mariana Treska, em 21 agosto, 2009

rimas A Rua de Rimas   Guilherme de Almeida

A rua que eu imagino, desde menino, para o meu destino pequenino
é uma rua de poeta, reta, quieta, discreta,
direita, estreita, bem feita, perfeita,
com pregões matinais de jornais, aventais nos portais, animais e varais nos quintais;
e acácias paralelas, todas elas belas, singelas, amarelas,
douradas, descabeladas, debruçadas como namoradas para as calçadas;
e um passo, de espaço a espaço, no mormaço de aço baço e lasso;
e algum piano provinciano, quotidiano, desumano,
mas brando e brando, soltando, de vez em quando,
na luz rara de opala de uma sala uma escala clara que embala;
e, no ar de uma tarde que arde, o alarde das crianças do arrabalde;
e de noite, no ócio capadócio,
junto aos lampiões espiões, os bordões dos violões;
e a serenata ao luar de prata (Mulata ingrata que mata…);
e depois o silêncio, o denso, o intenso, o imenso silêncio…
A rua que eu imagino, desde menino, para o meu destino pequenino
é uma rua qualquer onde desfolha um malmequer uma mulher que bem me quer
é uma rua, como todas as ruas, com suas duas calças nuas,
correndo paralelamente, como a sorte diferente de toda gente, para a frente,
para o infinito; mas uma rua que tem escrito um nome bonito, bendito, que sempre repito
e que rima com mocidade, liberdade, tranqüilidade: RUA DA FELICIDADE…

By Guilherme de Almeida

 

Gostou? Compartilha com os amigos. Não gostou? Compartilha com os inimigos. Agora se realmente achar que vale a pena, comenta, compartilha com todo mundo, coloca nos favoritos, segue nossa página no facebooktwitterG+.

Artigos relacionados

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comentários

  1. OLA PESSOA MARAVILHOSA SOU SEU FAM ADORO TODOS SEUS POEMAS POIS SÃO TODOS MUITO LINDO JA CHOREI VARIAS VEZES LENDO SEUS POEMAS MUITO OBRIGADO…

    Reportar comentário

Switch to our mobile site